quinta-feira, 30 de junho de 2011

Jesus escolheu errado? - Resposta

Jesus escolheu errado? - Resposta

Amigo leitor, na terça-feira lançamos neste blog uma pergunta com o propósito de incentivar a leitura e a pesquisa das Sagradas Escrituras. Recebi alguns e-mails de irmãos que propuseram uma pesquisa e tiveram sua curiosidade despertada. Fico imensamente feliz por esse resultado. 
Outrossim, irei tentar estabelecer uma resposta baseada em três princípios: primeiro, o que a Palavra diz, segundo, o que a ortodoxia bíblica diz e o a maioria dos teólogos diz, ou seja, o consenso entre os estudiosos. 

Esse crivo na qual iremos nos basear, serve de purificador teológico, uma vez que "teólogos" de plantão estão a todo vapor borrifando suas heresias mundo a fora. Digo heresias tendo em mente o conceito mais básico, sendo uma doutrina sem embsamento bíblico. Dito isso, vamos lá!


Estou lendo um livro que adquiri alguns meses atrás. Estava eu em uma certa cidade da nossa tão amada terra, quando fui abordado por um homem vendendo livros, ele gentilmente me ofereceu mostrando para mim um livro com um título interessante 'Ainda Existe Esperança', sem ver o autor da obra e muito menos a editora, comprei o livro. Entretanto, só recentemente tive a oportunidade de vê-lo calmamente e iniciar a leitura do mesmo, porém logo de início tive certa repulsão, haja vista o autor e a editora ser adventista. Todavia, continuei a leitura e o que era uma obviedade confirmou-se ao longo das páginas. Ao fazer alguns comentários, o autor, Enrique Chaij, faz como todo bom seguidor de seitas, defendeu algumas teses que estão em discrepância com o que realmente a Bíblia diz. 
Dentre essas teorias defendidas pelo autor está a de que Judas não foi escolhido por Jesus, mas, sim, se ofereceu para segui-lo (ver página 32 e 33 do livro). 

Tal modo de pensar do aludido autor não está em concordância do que nos diz as Passagens Sagradas. E a defesa de tal pensamento coloca em xeque muitas outras passagens, que sucessivamente aniquilariam doutrinas relevantes a cerca do propósito original de Deus para a humanidade.

A Bíblia nos informa em João 6.71; Mateus 10.1-4; Marcos 3.14-19; Lucas 6.12-16; 9.1-10 e Atos 1.17 que Jesus escolheu Judas para ser seu discípulo, ou seja, Judas Iscariotes foi escolhido genuinamente para ser discípulo de Jesus. Outra passagem que comprova isso é de que ele era o tesoureiro de Ministério de Jesus, O Mestre com certeza não escolheria um desconhecido que se ofereceu, para cuidar das doações e ofertas. Jesus era humilde, mas não bobo. 
Recapitulando, Jesus escolheu Judas! 

Essa escolha de Jesus não foi uma escolha errada, haja vista o Antigo Testamento profetizar que um dos doze haveria de trair O Mestre, aliás, temos uma profecia exclusiva que dizia respeito ao traidor (Salmos 109.6-19).
Jesus, portanto, não escolheu errado, Ele sabia que Judas o trairia mesmo antes de escolhê-lo, mas convinha que Ele cumprisse tudo que estava na lei e nos profetas (Mateus 5. 17-18).

Espero que tenha estancado as dúvidas que foram suscitadas com a pergunta.
Em breve lancerei novamente outra pergunta, conto com sua participação!


Cordialmente,

Weder F. Moreira

5 comentários:

  1. A onisciência de Deus não é causativa. Mesmo sabendo q um o trairia, em momento nenhum cita o nome d kem o faria. Todos foram tentando a isso, apenas Judas o fez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo: * todos foram testados

      Excluir
    2. Corrigindo: * todos foram testados

      Excluir
  2. O escritor não estaria falando que Judas se ofereceu para seguir Jesus, assim como muitos? Veja, a biblia relata apenas alguns nomes que Jesus chamou para ir com ele e Judas não é mencionado nessses. Sabemos que ele foi chamado escolhido no meio de varias pessoas que já seguiam Jesus. E o autor não diz que Jesus escolheu errado.

    ResponderExcluir